Polícia Militar Rodoviária/ Divulgação
Polícia Militar Rodoviária/ Divulgação

Cirurgia retira 68 cápsulas com cocaína de estômago de boliviana em Sorocaba

Mulher passou por uma cirurgia no Hospital Regional de Sorocaba para a retirada da droga

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

15 Março 2018 | 16h20

SOROCABA – Uma boliviana, detida pela polícia no interior de um ônibus, na rodovia Castelo Branco, em Itu, transportava cerca de um quilo de cocaína acondicionada em 68 cápsulas no interior do próprio estômago. A droga foi descoberta depois que a suspeita foi submetida a um exame de raio-X.

A mulher passou por uma cirurgia no Hospital Regional de Sorocaba para a retirada da droga. A imagem da radiografia, divulgada nesta quinta-feira (15) pela Polícia Militar Rodoviária, mostra a quantidade de entorpecente no interior do corpo da suspeita.

A mulher, que não teve a identidade divulgada, viajava na companhia de outra boliviana, que também foi detida durante a blitz do policiamento rodoviário, no km 75 da Castelo. Elas viajavam num ônibus de turismo que havia saído de Corumbá (MS), na divisa com a Bolívia, e seguia para o bairro do Brás, em São Paulo. Com as suspeitas, foram encontradas também porcões de maconha e cocaína presos ao corpo.

A cirurgia para a remoção da droga foi necessária porque a mulher corria o risco de morrer. Nesta quinta-feira, ela continuava internada sob escolta no hospital para se recuperar da cirurgia. Assim que receber alta, ela será presa. Por se tratar de tráfico internacional, a droga foi encaminhada à Polícia Federal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.