'Clarín' destaca preocupação com segurança do papa

Jornal argentino diz que policiais e militares estão em 'alerta máximo' no Brasil; o espanhol 'El País' dá ênfase à 'cruzada do papa pela igualdade

Mateus Coutinho, O Estado de S. Paulo

23 Julho 2013 | 15h52

SÃO PAULO - A visita do papa ao Rio repercutiu na imprensa internacional nesta terça-feira, 23. O espanhol El País deu ênfase à "cruzada do papa pela igualdade" e destacou também o possível encontro do pontífice com o teólogo brasileiro Leonardo Boff. Já o argentino Clarín destacou a preocupação com a segurança do papa, que enfrentou engarrafamento em seu trajeto pelo centro do Rio nessa segunda, 22. Segundo o jornal, os efetivos policiais e militares que cuidam da segurança do evento estão "em alerta máximo", dentre outros motivos, pela bomba caseira que foi encontrada no Santuário Nacional de Aparecida por onde o papa vai passar.

 

 

A agência de notícias italiana Ansa destacou a gratidão do papa pela acolhida dos brasileiros. Os conflitos ocorridos na segunda-feira após a cerimônia no Palácio Guanabara também ganharam destaque na imprensa internacional. O El País contabilizou os feridos e detidos. Já o italiano Corriere della Sera publicou a foto de um policial em chamas após ser atacado por um coquetel molotov.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.