Marcelo Camargo/Agencia Brasil
Marcelo Camargo/Agencia Brasil

CNBB adia para agosto assembleia geral de bispos em Aparecida

O secretário-geral, bispo d. Joel Portella Amado, propôs que o evento aconteça entre os dias 12 e 20 de agosto

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

20 de março de 2020 | 11h18

SOROCABA – A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) decidiu adiar para o mês de agosto deste ano sua 58ª Assembleia Geral, que estava prevista para o período de 22 a 30 de abril, em Aparecida, interior de São Paulo. O secretário-geral, bispo d. Joel Portella Amado, propôs que o evento aconteça entre os dias 12 e 20 de agosto, a depender da reversão do atual quadro pandêmico de coronavírus, segundo nota da entidade. A principal reunião para tomada de decisões que norteiam a Igreja Católica do Brasil reuniu no Santuário Nacional de Aparecida, no ano passado, mais de 400 bispos de todas as regiões do país.

Segundo o estatuto canônico da CNBB, a Assembleia é o órgão supremo do bispado brasileiro e define os rumos do clero, a partir das diretrizes do Vaticano. A reunião acontece uma vez por ano e pode ser convocada extraordinariamente para fins de urgência. O adiamento foi decidido após consulta ao Conselho Permanente do órgão, levando em conta que os bispos são, em sua maioria, pessoas idosas e muitos teriam de se deslocar de regiões distantes do país, que está com mobilidade reduzida em razão do coronavírus.

A presidência da CNBB adotou outras medidas para conter a transmissão do vírus, entre elas o cancelamento de reuniões pastorais anteriormente agendadas e o fechamento da sede em Brasília. Os assessores mantêm suas atividades à distância, via internet. Os serviços prestados nos outros setores da entidade continuam sendo feitos via teletrabalho. “Tendo em vista a Campanha da Fraternidade deste ano, interpelando a questão do ‘cuidado’, precisamos nos manter afastados, por enquanto, como forma de cuidado a nós mesmo e às outras pessoas”, recomendou d. Joel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.