CNJ começa mutirão em presídios do ES

Deve começar hoje, com cinco dias de atraso, o mutirão promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) nos presídios do Espírito Santo. O presidente do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária do Ministério da Justiça, Sérgio Salomão Shecaira, pediu intervenção federal no Estado. A decisão caberá ao presidente do CNJ, ministro Gilmar Mendes. Na semana passada, o Estado prometeu abolir "em 30 ou 40 dias" o uso de contêineres para detenção de presos provisórios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.