Cobrador de ônibus aplicava golpe com cartão do idoso

O cobrador Marcelo Gabriel dos Santos foi detido ontem pela polícia acusado de furtar um cartão do Bilhete Único-Especial para idosos e usá-lo para desbloquear a catraca do ônibus e reter o dinheiro da tarifa. A partir de uma denúncia, os inspetores de Patrimônio da São Paulo Transporte (SPTrans), acompanhados por policiais civis, abordaram o cobrador e verificaram que estava com o cartão. O cobrador trocou o cartão por outro e o entregou ao idoso, no momento em que o passageiro solicitou o seu auxílio para passar pela catraca. Ao perceber a troca o passageiro informou ao setor de Arrecadação da SPTrans. O cartão foi rastreado e os funcionários descobriram que estava em uso. O relatório de arrecadação apontou que no dia 10 foram feitos dez lançamentos e, no dia seguinte, houve outros dezenove. O cobrador usava o cartão para liberar a catraca no momento em que os passageiros a utilizavam e, assim, ficava com o valor da tarifa.O cartão do idoso tem um dispositivo que permite o seu rastreamento, bloqueio e qualquer utilização irregular pode ser constatada pela SPTrans. O caso foi registrado no 35º DP onde foi elaborado um boletim de ocorrência para averiguação de furto consumado. Por lei, homens com mais de 65 anos e mulheres com mais de 60 anos não pagam tarifa nos ônibus do município.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.