GABRIELA BILO / ESTADAO
GABRIELA BILO / ESTADAO

AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Colatina volta a interromper captação de água do Rio Doce

Cidade do Espírito Santo foi atingida pela lama de rejeitos proveniente do rompimento de uma barragem em Mariana (MG)

LUCIANA ALMEIDA, Especial para O Estado

24 de novembro de 2015 | 19h32

VITÓRIA - A captação de água no Rio Doce, em Colatina, na região Noroeste do Espírito Santo, voltou a ser interrompida na noite desta segunda-feira, 23. Uma última análise realizada por técnicos do Serviço Colatinense de Meio Ambiente e Saneamento Ambiental (Sanear) encontrou maior turbidez da água após a chuva.

"Por causa da chuva, a turbidez ficou mais complexa, gerou uma instabilidade da turbidez. Nosso procedimento é o seguinte: a gente trata um pouco da água, faz o teste e analisa se é possível continuar o tratamento. nesta segunda, a água parou no processo da análise", explicou por nota a prefeitura de Colatina.

Ainda de acordo com a prefeitura, os engenheiros e técnicos do Sanear realizam análises constantes do material e apenas prosseguem com o abastecimento quando há certeza da qualidade da água. 

Desde a aproximação da enxurrada de lama vinda de Mariana, em Minas Gerais, à 0h do dia 18, o abastecimento de água foi suspenso no município, mas havia sido retomado no final de semana após o resultado positivo da análise feita pelo laboratório Tommasi, em Vitória.

A lama de rejeitos de minério que vazou da barragem da Samarco chegou ao mar neste domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.