Colisão entre dois ultraleves deixa 2 mortos na zona oeste do Rio

Ocupante de uma das aeronaves, encontrada depois pelos bombeiros, foi encaminhado ao hospital

Alessandra Saraiva, O Estado de S. Paulo

05 de fevereiro de 2011 | 16h00

RIO - A colisão de dois ultraleves no ar deixou dois mortos e um ferido neste sábado, 5, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. Uma das aeronaves caiu próxima ao condomínio Pontões da Barra, localizado na avenida das Américas. Bombeiros foram chamados ao local para prestar assistência aos dois ocupantes do ultraleve, que não resistiram aos ferimentos e faleceram no local.

 

Os bombeiros identificaram os mortos como Vanderson Ramos da Silva, de 50 anos, e Cláudio Cesar Madureira , de 49 anos. Segundo informações de transeuntes, apuradas pelos bombeiros que estavam no local onde faleceram os ocupantes do primeiro ultraleve, a queda da aeronave foi causada por colisão com outro ultraleve, que também teria caído.

 

No final da tarde de sábado, bombeiros confirmaram a queda de um segundo ultraleve, após buscas na região próxima a avenida das Américas. A segunda aeronave caiu em uma lagoa próxima à Praia da Reserva, também na zona oeste. O ocupante do ultraleve foi identificado como Maxwel Lopes Porto, de 53 anos. O sobrevivente estava em estado em grave, com ferimentos nas pernas e na cabeça.

 

Segundo os bombeiros, Lopes estava lúcido no momento do resgate e chegou a conversar com os socorristas. A princípio, ele foi encaminhado para o hospital Lourenço Jorge, zona oeste do Rio, mas foi levado à noite para o hospital Miguel Couto, zona sul do Rio. A Aeronáutica deve apurar as razões da colisão entre os dois ultraleves.

 

(Texto atualizado às 21h02)

Tudo o que sabemos sobre:
Rioacidente aéreo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.