Colisão faz carro "estacionar" dentro de um banco

Enquanto aguardava a abertura do sinal na esquina da Av. Guilherme Cotching com a Rua da Gávea, na Vila Maria, Zona Norte de São Paulo, pouco antes de meia-noite de quinta-feira, um Toyota Corolla foi atingido por dois outros dois veículosque colidiram naquele cruzamento. O choque foi tão violento que o Corolla foi lançado para o interior de uma agência do banco BCN naquela esquina. Quatro pessoas se feriram no acidente. Uma delas está internada em estado grave na Santa Casa de Misericórdia.O desrespeito à sinalização e ao limite de velocidade pode ter motivado essa colisão. Segundo Marcelo Dala Dea, de 36 anos, que dirigia um Vectra, pela Rua da Gávea, o sinal docruzamento estava aberto para ele. O Toyota parado na Av. Guilherme Cotching tinha ao volante o comerciante Rafael Jóia Neto, de 49 anos. Quando entrou no cruzamento, o Vectra foiatingido pelo Kadett em que estavam Fábio Augusto Rosauro Lustosa, de 19 anos, e Lourimar Pereira de Almeida, de 30, que "furou" o sinal vermelho. O Corolla, que estava parado, tomou uma pancada muito forte dos dois autos colididos e rompeu os vidros frontais do prédio da agência bancária, quase atingindo o balcão de atendimento ao público.Com ferimentos leves, Rafael e Marcelo foram medicados no PS do bairro e dispensados. Os ocupantes do Kadett foram socorridos pelo resgate do Corpo de Bombeiros à santa Casa de Misericórdia. Fábio, com ferimentos generalizados, também foi medicado eliberado, mas Lourimar encontra-se em estado grave: teve traumatismo craniano, com perda de massa encefálica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.