Collor deve anunciar apoio a Lessa em Alagoas

Derrotado no primeiro turno das eleições para o governo de Alagoas, o senador Fernando Collor (PTB) deve oficializar até amanhã seu apoio ao ex-governador Ronaldo Lessa (PDT), que disputa o segundo turno com o atual governador, Teotônio Vilela Filho (PSDB).

Ricardo Rodrigues, O Estado de S.Paulo

07 Outubro 2010 | 00h00

O acordo entre Collor e Lessa teria sido fechado ontem, mas não há informações de quantas secretarias deverão ser indicadas pelo senador, caso o ex-governador retorne ao governo.

A decisão de apoiar Lessa não é consenso dentro do PTB. Por isso, o senador deve liberar a militância do partido para apoiar o outro candidato. Essa situação foi criada a partir do momento que a deputada federal eleita Célia Rocha (PTB) declarou seu voto ao governador tucano. Já o deputado federal eleito João Lyra (PTB) deve seguir o mesmo caminho de Collor - em 2006, Lyra perdeu a eleição para Vilela.

Para os assessores de Collor, a nacionalização da campanha teria levado o senador a optar pela candidatura de Lessa no segundo turno. O raciocínio é lógico: como Collor passou o primeiro turno inteiro pedindo voto para a candidata Dilma Rousseff (PT), não faria sentido no segundo turno ele apoiar no plano estadual um candidato tucano, que defende a candidatura de José Serra (PSDB), principal adversário do Palácio do Planalto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.