Colombiana é internada com cocaína dentro do corpo

Homem que a acompanhava também acabou preso no Aeroporto Internacional de Cumbica

Bruno Lupion e JB Neto, do estadão.com.br,

19 de abril de 2010 | 06h36

Nelsy Dominguez Portilla, colombiana de 30 anos, chegou ao Brasil no domingo, 18, em um voo de seu país de origem. Algumas horas depois, foi internada no Hospital Carlos Chagas, em Guarulhos, com sintomas de intoxicação. O médico realizou exames de ultra-som e decidiu chamar a polícia: dentro de seu aparelho digestivo havia cerca de vinte cápsulas de cocaína.

 

O homem que a acompanhava, Oscar Javier Alvarez Angel, também com 30 anos, ficou nervoso ao ver os policiais dentro do hospital e foi interrogado. Segundo a polícia, o colombiano confessou fazer parte de um esquema de tráfico internacional de drogas e foi preso em flagrante, por volta das 19h30. Nelsy continua internada.

 

Após confessar, Oscar levou os policiais até o quarto onde estava hospedado, em Guarulhos. Dentro do cofre eles encontraram 51 cápsulas de pasta base de cocaína, em forma líquida, montadas com preservativos masculinos. Uma outra cápsula estava sobre a pia do banheiro.

 

Segundo a polícia, Oscar disse que trouxe 50 cápsulas da Colômbia dentro do estômago e receberia 8 mil dólares para levá-las até Israel. Nelsy teria transportado outras 20 cápsulas, mas passou mal enquanto tentava expeli-las. Ela receberia 3 mil dólares pelo serviço.

 

Os policiais também encontraram duas passagens áreas, em nome de Oscar e Nelsy, para um voo com destino a Israel nesta quarta-feira, 21. O colombiano está preso no 1º DP de Guarulhos.

Tudo o que sabemos sobre:
colombianacocaínaCumbica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.