Com 32,4°C, capital tem 2º dia mais quente do ano

Em pleno final de inverno, a capital paulista registrou, ontem, a segunda temperatura mais alta do ano. Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), a estação do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) no Mirante de Santana, na zona norte, apontou uma temperatura máxima de 32,4°C. O recorde do ano pertence ao dia 12 de fevereiro, quando os termômetros chegaram a marcar 32,8°C. Anteontem, havia sido batido o recorde de calor neste inverno, de 30,7°C. Com o calor, a umidade relativa do ar chegou ao seu valor mais baixo observado no ano: apenas 15,9%, às 15 horas, no Campo de Marte, também na zona norte, segundo o GCE. Antes, o menor índice, de 16%, havia sido registrado no dia 20 de agosto. No Mirante de Santana, no mesmo horário, o Inmet registrou nível de umidade maior, de 22%. A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera estado de atenção quando o índice fica entre 30% e 20%, e de alerta quando fica entre 20% e 12% - abaixo disso, entra-se no estado de emergência.A exemplo do que ocorreu anteontem, quando temperaturas muito altas também foram registradas, recordes de calor foram batidos em outras capitais do País: segundo meteorologistas da Climatempo, Goiânia e Brasília registraram as mais altas temperaturas máximas neste ano: 36,3°C e 31,4°C, respectivamente. A umidade relativa do ar nessas capitais da Região Centro-Oeste também figurou entre as mais baixas do País, ontem: 16% em Goiânia e 17% em Brasília. No Rio de Janeiro, o recorde de temperatura máxima observada em 2008, que havia ocorrido em janeiro, foi igualado ontem: os termômetros na capital fluminense bateram na casa dos 39,4°C.Para hoje, em São Paulo, meteorologistas do CGE e da Climatempo prevêem a passagem de uma frente fria de fraca intensidade, que deve amenizar um pouco a temperatura. Mesmo assim, a máxima em São Paulo está prevista para 29°C - a mínima pode chegar a 12°C. De manhã pode haver um pouco de nevoeiro, mas não deve chover. Já no sábado, uma nova frente fria fraca traz aumento de nebulosidade, e pancadas de chuva ocorrem na maior parte do Estado - com exceção da região norte, onde o sol segue firme. No domingo, ainda há um pouco de chuva, mas o sol reaparece, e a temperatura não fica tão alta quanto a dos últimos dias. Nas outras regiões do País, o fim de semana terá instabilidade, mas as áreas mais sujeitas a chuvas e ventos fortes estão na Região Sul.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.