Com 72 mil atingidos, Piauí faz show para vítimas das chuvas

Estado tem 37 municípios em situação de emergência; Maranhão também organiza doação aos atingidos

Solange Spigliatti, Central de Notícias

11 de maio de 2009 | 09h32

O número de pessoas afetadas pelas chuvas no Piauí subiu para 71.860, segundo dados da Defesa Civil divulgados nesta segunda-feira, 11. São 37 municípios em situação de emergência e o Estado não registra mortes pelas chuvas. Para arrecadar dinheiro às vítimas das chuvas, a prefeitura de Teresina vai organizar o "Show da Solidariedade" nesta segunda. No domingo, cerca de 2.600 kg de alimentos foram distribuídos às vítimas das cheias.

 

Veja também:

link Lula quer MP para dar recursos a Estados afetados pela chuva

 

Segundo o lavrador Francisco Mesquita de Sousa, morador da comunidade Humaitá, toda a sua roça foi perdida nas chuvas. "A ajuda chegou em boa hora, pois minha família já estava passando fome. Esta foi a primeira cesta que recebemos e ainda precisamos recuperar nossa plantação que é o que sustentava todos na minha casa", disse.

 

Nos 37 municípios em situação de emergência, 10.060 famílias estão desalojadas e outras 4.311 famílias se encontram desabrigadas. No ano de 2008, foram 38 municípios atingidos pelas enchentes, com 9.507 famílias afetadas, o que representou 47.535 pessoas alagadas. (6.654 famílias desalojadas e 2.852 famílias desabrigadas).

 

Show da Solidariedade

 

O "Show da Solidariedade" tem como objetivo arrecadar donativos para as famílias vítimas da enchente na capital. Diversas personalidades do circuito artístico-cultural de Teresina já confirmaram sua participação no evento, que será realizado a partir das 20h, no Theatro 4 de Setembro.

 

Entre os nomes já confirmados estão o Balé da Cidade de Teresina, grupo Valor de PI, Carol Costa, Erisvaldo Borges, Wilker Marques, Luiza Miranda, Vanda Queiroz, Rosinha Amorim, Gilson Fernando, Beto Boreno e convidados.

A noite será beneficente e a entrada será feita mediante a doação de alimentos não-perecíveis, lençóis, roupas, sapatos, cobertores, leite em pó e produtos de higiene. Os produtos arrecadados serão entregues à Secretaria Municipal de Trabalho, Cidadania e Assistência Social, que possui o cadastro das famílias atingidas pela enchente e o sistema para entrega dos donativos.

Maranhão

A campanha nacional para arrecadação de donativos para as vítimas das enchentes no Maranhão conta com a solidariedade dos artistas, cuja porta-voz é a cantora Alcione, com participação nos programas de Ana Maria Braga e de Netinho, segundo informações do governo estadual.

 

A banda de reggae Tribo de Jah será uma das atrações de um show beneficente que acontecerá na capital federal, cujo ingresso será um alimento ou uma roupa a ser doado. Segundo o coordenador da campanha nacional, o representante do Governo do Maranhão em Brasília, Francisco Escórcio, "também estamos tendo apoio maciço dos clubes de futebol, que participarão da campanha por intermédio de atletas do Vasco, Flamengo, Corinthians."

De acordo com o coordenador, em cada estádio haverá um posto de arrecadação, na próxima quarta-feira, na Copa do Brasil, e no outro fim de semana no Campeonato Brasileiro. O secretário em Brasília disse que a campanha já arrecadou até o momento cerca de mil colchões, 40 toneladas de arroz, 42 toneladas de roupas, entre outros mantimentos que deverão chegar ao Maranhão nos próximos dias.

Algumas doações começaram a chegar ao Estado no sábado. Aeronaves do tipo Hércules C 130, da Força Aérea Brasileira (FAB), pousaram no Aeroporto Internacional Cunha Machado, trazendo colchões, kits salvamento, além de equipe de militares do Corpo de Bombeiros de São Paulo especializada em tragédias. No fim da noite de sábado e a madrugada de ontem, chegaram mais duas aeronaves trazendo os restantes dos colchões restantes do Distrito Federal e cerca de oito toneladas de medicamentos.

"Há uma semana que a Força Aérea tem auxiliado em voos de cargas nos quais já foram trazidos para o Nordeste cerca de 220 toneladas de mantimentos e materiais de socorro aos às vítimas das enchentes. As operações agora se concentraram mais no Maranhão em ações que acontecerão quase diariamente", frisou o comandante major Max Cintra Moreira. Duas pessoas continuam desaparecidas em Trizidela do Vale, no interior do Estado. Segundo o major Abner Ferreira, da Defesa Civil Estadual, as vítimas desapareceram após a canoa onde estavam virar. Em todo o Maranhão, 196 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.