Alexandre Marchetti/Itaipu Binacional
Alexandre Marchetti/Itaipu Binacional

Com água excedente, Itaipu escoa equivalente a duas cataratas do Iguaçu

Comportas foram abertas na noite de sexta-feira para desaguar excedente do reservatório; último vertimento ocorreu em julho

O Estado de S. Paulo

18 Outubro 2015 | 16h15

A usina hidrelétrica de Itaipu teve suas comportas abertas na noite de sexta-feira, 16, e deve permanecer assim até o dia 20. Em nota, a assessoria de imprensa informou que Itaipu está escoando água com uma vazão de 2.642 metros cúbicos por segundo, o equivalente à vazão normal de duas Cataratas do Iguaçu. Itaipu não vertia água desde julho deste ano, quando o estado do Paraná registrou uma das maiores cheias da história.

Como é possível observar nas fotos, a abertura das comportas de Itaipu forma belas imagens, mas o vertimento da água é evitado a todo custo pela equipe técnica. De acordo com o superintendente de Operação, Celso Torino, a intenção é aproveitar o máximo da água para transformar em megawatts-hora e armazenar o restante. "Neste caso, a fartura de água é tão grande que vamos verter", disse. 

O aumento no nível do reservatório de Itaipu decorre do El Niño, fenômeno meteorológico que provocou fortes chuvas no Sul do Brasil e encheu os rios Ivaí, Piquiri e Tibagi.

Mais conteúdo sobre:
Itaipu água

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.