Com maior movimento, estradas federais têm 5% menos mortes

Número de acidentes e feridos também caiu; Estados com maior violência no trânsito foram MG, SC e RS

Da Redação,

24 de março de 2008 | 19h10

O índice de mortes no trânsito registrado durante o feriado de Semana Santa nas rodovias federais caiu, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nesta segunda-feira, 24. Morreram 75 pessoas, número 5% abaixo do registrado na Páscoa do ano passado, que teve 79 vítimas fatais.   O número de acidentes e feridos também caiu em 9,3% e 5 %, respectivamente, em relação ao feriado de 2007. Foram 1.657 acidentes em rodovias nacionais, com 1.043 feridos, neste ano, contra 1.744 acidentes e 1.149 feridos em 2007. Para PRF, essas baixas representam ainda mais, já que a movimentação foi 30% maior nas estradas e o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) informou que a frota de carros no País aumentou em cerca de 10%.    Neste feriado, os Estados com maior violência no trânsito foram Minas Gerais, com 300 acidentes e 12 mortos; Rio Grande do Sul, com 158 acidentes e dez mortes; e Santa Catarina, com 203 acidentes; seguidos por São Paulo e Rio, com 115 acidentes cada; e Paraná, com 98 acidentes.   Com uma fiscalização mais forte, a PRF registrou um aumento de mais de 200% na quantidade de multas aplicadas. Foram cerca de 106 mil multas, sendo mais de 65 mil devido ao excesso de velocidade. O número de inspeções nos carros também foi maior: pouco mais de 171 mil veículos parados, um acréscimo de 66%.   Texto alterado às 20h20    

Tudo o que sabemos sobre:
PáscoaestradasPRF

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.