Com paralisação da PM, governador da Bahia fará pronunciamento sobre segurança

Cerca de dois mil policiais entraram em greve para cobrar a incorporação de gratificações aos salários

estadão.com.br,

03 Fevereiro 2012 | 14h14

SÃO PAULO - O governador Jaques Wagner fala nesta sexta-feira, 3, às 20h, em cadeia regional de rádio e TV, sobre a situação da segurança pública no Estado da Bahia.

Hoje, o governador coordena as ações que vêm sendo tomadas pela Secretaria de Segurança Pública para por fim ao movimento da Polícia Militar.

O anúncio será feito em razão da paralisação parcial da Polícia Militar iniciada na tarde de terça-feira, 31, pela Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra), uma das entidades que representam a classe. Devido a greve, comércios de Salvador estão sendo saqueados por criminosos.

Os cerca de dois mil filiados à Aspra, de um total de 32 mil PMs e bombeiros da Bahia, decidiram paralisar as atividades para cobrar a incorporação de gratificações aos salários e a regulamentação para o pagamento de adicionais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.