Com restrições, Kassab apoia mototáxi em SP

A cidade de São Paulo pode ser um dos municípios brasileiros a autorizar o serviço de mototáxi depois que a profissão de mototaxista for regulamentada pela Presidência da República. Ontem, questionado sobre o assunto, o prefeito Gilberto Kassab (DEM) não descartou a possibilidade de permitir o transporte de passageiros em motos na capital. Ele demonstrou apoiou ao projeto do vereador tucano Ricardo Teixeira (PSDB), que deve ser apresentado na Câmara Municipal na próxima semana. O texto sugere que o serviço de mototáxi seja oferecido na periferia e proibido no centro expandido. "Já tive a oportunidade de me manifestar no sentido de fazer uma regulamentação bem específica até porque precisamos preservar a segurança das pessoas e dos proprietários de um eventual mototáxi", afirmou o prefeito. Ele diz ter sugerido ao vereador que acrescentasse ao projeto a necessidade de fiscalização por meio de controle eletrônico, para que seja possível definir as áreas onde será permitido circular. Embora o prefeito admita ser favorável aos mototáxis em São Paulo, a medida encontra resistência numa das pastas mais importantes da Prefeitura. O secretário de Transportes, Alexandre de Moraes, já afirmou que a regulamentação seria uma "carnificina".

Naiana Oscar, O Estadao de S.Paulo

10 Julho 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.