Com tempo aberto, Santa Catarina retoma busca às vítimas

No sábado, buscas foram suspensas por uma tempestade; previsão é de mais chuva para o começo da semana

Mônica Aquino, do estadao.com.br,

30 Novembro 2008 | 10h53

O tempo está aberto em Santa Catarina na manhã deste domingo, 29, quando as buscas às vítimas das enchentes foram retomadas. Os trabalhos haviam sido suspensos no sábado, 28, por conta das fortes chuvas na região de Navegantes e no Morro do Baú, uma das áreas que ainda sofrem deslizamentos na região do Vale do Itajaí. Durante a madrugada, a Defesa Civil de Santa Catarina registrou novos deslizamentos e alagamentos na região de Brusque. Apesar do temporal, o Rio Itajaí-Açu não transbordou. Para o começo da semana, a previsão é de mais chuva forte em todo o Estado.    Veja também: Saiba como ajudar as vítimas da chuva IML divulga lista de vítimas identificadas Repórteres relatam deslizamento em Ilhota  Massa doa macacão em prol das vítimas Mulher fala da perda de parentes em SC Tragédia em Santa Catarina  Blog: envie seu relato sobre as chuvas  Blog Ilha do sem Blumenau  Blog Desabrigados Itajaí  Blog Arca de Noé  Veja galeria de fotos dos estragos em SC   Tudo sobre as vítimas das chuvas      Neste domingo, 19 pessoas ainda continuavam desaparecidas devido aos deslizamentos e enchentes da semana passada. Em todo o Estado, já são 110 vítimas e cerca de 98% das mortes foram por soterramento. São mais de 78 mil pessoas desabrigadas ou desalojadas: são 27.410 desabrigados - pessoas que tiveram que sair de suas casas e precisam da ajuda do Estado. Os desalojados chegam a 51.297 - são pessoas que foram obrigadas a sair de suas casas por conta dos danos das chuvas, mas que podem ir para casas de parentes ou amigos.   Ilhota é o município com o maior número de vítimas - são 37. Na cidade de Blumenau, 24 pessoas morreram por conta das chuvas. A cidade de Gaspar já conta 15 vítimas das chuvas, enquanto Jaraguá do Sul tem 13 vítimas. O município de Luís Alves conta 6 vítimas e a cidade de Rodeio, 4.   Os municípios de Rancho Queimados, Benedito Novo e Itajaí contam duas vítimas cada. As cidades de Brusque, Pomerode, Bom Jardim da Serra, São Pedro de Alcântara e a capital, Florianópolis, tiveram uma vítima cada.   As cidades em calamidade pública são Benedito Novo, Blumenau, Brusque, Camboriú, Gaspar, Ilhota, Itajaí, Itapoá, Luiz Alves, Nova Trento, Pomerode, Rio dos Cedros, Rodeio e Timbó. O governo do Estado decretou situação de emergência em 51 municípios. Além disso, outras sete cidades devem decretar situação de calamidade ou emergência, mas ainda não comunicaram oficialmente o Estado.    

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.