Comandante da PM do Amazonas será exonerado

Decisão acontece após divulgação de vídeo em que sete policiais militares atiram contra adolescente

Marília Lopes, Central de Notícias

29 de março de 2011 | 11h13

SÃO PAULO - O comandante da Polícia Militar do Amazonas, Dan Câmara, será exonerado do cargo. Segundo a assessoria da Secretaria de Segurança Pública (SSP), a medida deve ser publicada no Diário Oficial de amanhã.

 

A decisão teria sido tomada ontem, 28, após uma reunião entre o governador, Omar Aziz, o secretário de Segurança, Umberto Ramos, e representantes da PM. O coronel Almir David, atual secretário executivo do gabinete de gestão integrada da SSP, deve assumir o comando da Polícia Militar.

 

A exoneração de Câmara acontece menos de uma semana depois da divulgação de um vídeo em que sete policiais militares atiram a queima roupa contra um adolescente, de 14 anos. O episódio foi em agosto de 2010. O menor sobreviveu aos tiros e atualmente faz parte do Programa Estadual de Proteção a Vítimas e Testemunhas (Provita).

 

Os sete PMs envolvidos no caso estão presos no Batalhão de Guarda da PM, em Manaus. Eles alegam que o garoto fazia parte de um grupo de traficantes, mas o adolescente nega e afirma ter sido agredido sem motivo. A Corregedoria Geral da SSP e o Ministério Público investigam o caso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.