Comando de greve recomenda que policiais voltem ao trabalho

O comando de greve das polícias Civil, Militar,Bombeiros e agentes penitenciários de Minas recomendou neste domingo oretorno ao trabalho das categorias, que iniciaram uma paralisação nofinal da noite da última quinta-feira. A greve levou o governador AécioNeves (PSDB) a requisitar a presença de tropas do Exército, quepassaram a fazer o patrulhamento nas ruas da capital mineira. Na noite de sábado, o juiz José Eustáquio Lucas Ferreira, da Comarca deBelo Horizonte, concedeu liminar considerando ilegal a greve das forçasde segurança do Estado. A decisão judicial atendeu à solicitação daAdvogacia Geral do Estado, que no mesmo dia havia ajuizado umaação civil pública."A nossa luta não é uma insurreição contra a ordem pública. É uma lutapor condições de trabalho. Se tem uma ordem judicial, nós vamoscumprir", afirmou o vice-presidente da Associação dos Praças Policiaise Bombeiros Militares (Aspra PM/BM), subtenente Luiz Gonzaga Ribeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.