Começa corte de luz em São Paulo

Os primeiros conflitos por causa dos cortes de energia para quem não cumpriu a meta de racionamento já começaram em São Paulo. Na noite desta segunda-feira, na Freguesia do Ó, zona norte, eletricistas da Eletropaulo criaram confusão ao efetuar o desligamento da eletricidade em uma residência. Segundo a proprietária, Maria Augusta Luiza, de 75 anos, os profissionais entraram na casa sem permissão. ?Eles chegaram e já foram entrando sem dar muita satisfação?. Ela explica que a conta estava em dia, mas que a meta estipulada pelo governo foi ultrapassada.O motivo é que moram sete famílias na propriedade, mas há somente um relógio. O morador Carlos Teo da Silva explica que já foi enviado para a Eletropaulo pedido de revisão. ?Mandamos uma nova planta da casa mas ainda não tivemos resposta?.Silva disse que tentou explicar para os eletricistas, mas a resposta foi agressiva. ?Além de me maltratarem, agrediam verbalmente a dona da propriedade, que tem 75 anos?. Segundo ele, os eletricistas foram embora e sequer lacraram a caixa do relógio. ?Deixaram todos os fios expostos, saindo faísca; um perigo?.A moradora Selma de Oliveira estava trabalhando no momento da confusão. Mãe do pequeno Alex, de 5 anos, ela diz não saber o que fazer durante esses dias. ?Cheguei às 21h30, ainda não tomei banho, não fiz janta e nem dei banho no meu filho. Amanhã acordo às 6h30 e não tenho nem comida para levar no trabalho?, disse.Silva diz que no momento do corte, os moradores ligaram para a Eletropaulo, mas a empresa disse não poder fazer nada.

Agencia Estado,

20 de agosto de 2001 | 23h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.