Começa demolição de casas afetadas pelas chuvas no Complexo do Alemão

Cerca de 4.800 pessoas deixaram suas casas; moradores podem escolher entre receber aluguel social de R$ 400, indenização ou ocupar apartamentos do PAC

Fabiana Marchezi, do estadão.com.br

13 de abril de 2010 | 16h08

 

SÃO PAULO - A demolição de 150 das 1.200 casas condenadas pelas chuvas no Complexo do Alemão, no Rio, foi iniciada por volta das 10 horas desta terça-feira, 13, pelo governo do Estado. Cerca de 4.800 pessoas tiveram de deixar suas casas.

 

De acordo com a Secretaria de Obras do Estado, a demolição começou pelas casa da Rua Joaquim de Queiróz, na região do Canitá. Outros 100 imóveis devem ser derrubados na Comunidade Fazendinha, 100 no Conjunto das Casinhas, 250 no Morro do Adeus e 600 no Vale da Esperança.

 

Os moradores receberão o aluguel social, no valor de R$ 400, o mais rápido possível. Eles também podem optar por receber uma indenização ou por ocupar parte dos apartamentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) que serão inaugurados no próximo mês de junho no Alemão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.