Começa julgamento de jovem que matou a avó a facadas

O 1º Tribunal do Júri da Capital começou a julgar nesta quinta, 27, Gustavo de Macedo Pereira Napolitiano, que em 2002, na residência da família, no Planalto Paulista, sob os efeitos da cocaína, matou com 53 facadas a avó Vera Kukuhy Pereira, de 73 anos, e, com 12 facadas, a empregada Cleide Ferreira da Silva, de 20 anos. O julgamento será encerrado nesta sexta, 28, ou no sábado, 29. Dez testemunhas serão ouvidas em plenário.A defesa vai pedir a absolvição do assassino, com base em laudo psiquiátrico, que atesta ser ele portador de moléstia mental. Se a tese for acolhida, será aplicada ao réu, medida de segurança consistente em internação no manicômio judiciário por prazo indefinido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.