Começa julgamento de um dos acusados de matar juiz em SP

O integrante do PCC, Primeiro Comando da Capital, organização criminosa que comanda os presídios, João Carlos Ronaldo será julgado nesta terça-feira a partir das 13h30 no 1º Tribunal do Júri, no Fórum da Barra Funda. Ele é acusado de ser um dos quatro assassinos do juiz corregedor dos Presídios e das Execuções Penais, Antonio José Tavares Dias, baleado por quatro homens quando saia do fórum em seu automóvel no dia 14 de março de 2003.O mandante do crime seria Willian Herbas Camacho, o Marcola, líder do PCC cujos interesses vinham sendo contrariados pelas decisões rigorosas da vítima. Quatro são os réus envolvidos no processo. João Carlos será o primeiro a enfrentar os jurados e o julgamento durará três dias consecutivos.Por decisão do Tribunal de Justiça, o julgamento será realizado em São Paulo uma vez que no interior não havia condições de segurança, pois vítimas e testemunhas vinham recebendo ameaças de morte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.