Começa remoção de grua da cratera da Estação Pinheiros

Teve início a retirada da grua de 120 toneladas e 40 metros de altura, que continuava na borda da cratera aberta no local da futura Estação Pinheiros do metrô. A operação deverá durar cerca de cinco dias.A pista local da Marginal Pinheiros foi interditada às 23 horas do sábado. A pista vai ficar fechada até às 5 horas de segunda-feira, da Ponte do Morumbi até a Rua Sumidouro. A pista expressa foi fechada às 5 horas da madrugada deste domingo, e deverá permanecer interditada até 18 horas de domingo.Na segunda-feira, a previsão é de que o fluxo continue como vinha sendo organizado: pista expressa livre e local com apenas uma faixa, entre a Ponte Euzébio Matoso até a Rua Sumidouro.Poderão ocorrer, caso necessário, bloqueios operacionais junta à ponte Cidade Jardim, Avenidas Juscelino Kubitschek, dos Bandeirantes e Jornalista Roberto Marinho, desviando veículos na Marginal do Pinheiros para rotas alternativas.O túnel Juscelino Kubitschek vai operar ininterruptamente no sentido da Avenida Juscelino Kubitschek-Morumbi. Portanto, os veículos vindos do Morumbi deverão preferir as pontes Morumbi e Cidade Universitária para ir em direção ao centro.A CET manterá equipes de prontidão neste fim de semana distribuídas em pontos estratégicos da região para orientar os motoristas.Os motoristas que trafegarão na Marginal dos Pinheiros, sentido Castello Branco, durante o bloqueio deverão adotar o seguinte trajeto, segundo orientação da CET: acessar Ponte Cidade Jardim, Avenida dos Tajurás, Avenida Lineu de Paula Machado, Avenida Waldemar Ferreira, Avenida Valentin Gentil, Avenida Magalhães Castro e Ponte Cidade Universitária.Os caminhoneiros que chegam à capital pela Anchieta-Imigrantes, sentido Dutra, deverão seguir pelo túnel Maria Maluf, Avenida Tancredo Neves, Avenida Juntas Provisória, Avenida Luis Ignacio Anhaia Mello, e Avenida Salim Farah Maluf.Estarão envolvidos no esquema operacional um total de 550 agentes de trânsito e 170 carros da CET. A recomendação do presidente da companhia, Roberto Scaringela, é para os motoristas evitarem a região.Nos horários de interdição da marginal, será feita a desmontagem de um braço de 80 metros preso ao guindaste. Serão usados três guindastes menores na operação. Trabalharão na retirada aproximadamente 30 funcionários da Via Amarela, concessionária responsável pelas obras do metrô.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.