Começam as negociações com presos rebelados de Benfica

Por volta das 15 horas, o coronel Fernando Belo, comandante do Policiamento da Capital, foi a primeira autoridade a falar sobre a rebelião de presos na Casa de Custódia de Benfica, na zona norte do Rio. Ele afirmou que a polícia está negociando com os rebelados, mas não soube precisar o número de reféns mantidos por eles.Belo disse ainda que há internos feridos, mas sem gravidade. "A situação está sob controle. Estamos negociando desde cedo. Não sabemos quantos fugiram, só teremos essa informação após o fim do motim, que esperamos para um curto espaço de tempo", disse. Os presos estão rebelados desde as 6 horas, quando iniciaram uma fuga.Logo depois da entrevista coletiva do coronel Fernando Belo, parentes dos detentos fizeram um protesto. Cláudia Regina dos Santos, mãe de um preso, chegou a tirar parte da roupa pedindo que autoridades dessem informações sobre a situação na casa. Os parentes denunciaram que os presos sofrem uma rotina de maus-tratos. Eles estariam planejando desde ontem à noite uma greve de fome para reivindicar mais dias de visita e melhores condições de tratamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.