Começam depoimentos sobre caso Celso Daniel

O delegado titular da 1ª Delegacia de Homicídios, Armando de Oliveira Silva, disse que hoje oito pessoas deverão ser ouvidas no caso do assassinato do prefeito de Santo André, Celso Daniel. Pouco antes das 10 horas o advogado do Partido dos Trabalhadores, Rui Rios Carneiro, chegou ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) acompanhado por quatro funcionários da Prefeitura de Santo André, que prestarão depoimentos nesta manhã. Um dos depoimentos de hoje será o da namorada de Daniel, Ivone de Santana, que deve ocorrer às 14 horas.O delegado garantiu que até amanhã devem sair os laudos com os resultados das perícias realizadas na Blazer encontrada queimada; no Santana localizado numa casa em Embu, na Grande São Paulo, num possível cativeiro usado pelos seqüestradores do prefeito; e dos fios de cabelo que foram localizados. Os veículos podem ter sido usados no dia do seqüestro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.