Comerciante mata filha, atira na mulher e se suicida na BA

Uma tragédia abalou hoje os moradores do Edifício Cidade de Camaçari, no centro de Camaçari na região metropolitana da capital baiana: o comerciante Sebastião Ribeiro Santos, de 50 anos, matou a filha Lindaura de 10 anos, baleou na cabeça a mulher Vivaldete Montenegro Santos, de 47 e depois suicidou-se. Vivaldete foi levada para o Hospital Geral do Estado em Salvador e permanece em estado grave.Os crimes deixaram vizinhos da família perplexos pois todos fizeram questão de assinalar que nunca testemunharam uma briga. "O Sebastião era uma ótima pessoa", garantiu o vizinho Alexandre Xavier. A irmã do comerciante, Honorina Antunes contou, entretanto, que Santos sofria de depressão e controlava a doença com medicamentos. "A nossa surpresa é ele ter matado a filha que considerava a coisa mais importante da vida", disse.A tragédia ocorreu no inicio da manhã, por volta da 6 horas. Armado com um revólver calibre 38, Santos atirou na filha que ainda dormia, baleou a mulher e suicidou-se com um tiro na cabeça. A empregada da família, cujo nome a polícia não divulgou, teria presenciado tudo mas fugiu apavorada. Segundo o delegado Narriman Figueroa a empregada será ouvida para esclarecer detalhes do crime. A Delegacia de Camaçari abriu inquérito e quer descobrir onde o comerciante, que não andava armado, obteve o revólver.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.