Comerciante reage a assalto e morre dentro do carro

Ao reagir a um assalto, o comerciante Vágner Griseli, de 30 anos, foi morto com dois tiros - um nas costas e outro no rosto - no interior de seu carro, por volta das 16h de terça-feira, na cidade de Campinas (SP). A vítima foi rendida por dois bandidos quando trafegava pelo bairro do Bonfim. Armados com uma pistola calibre 3.65 e um revólver calibre 38, Gérson Salvador de Aquino e Aílton de Oliveira entraram no veículo do comerciante e deram início a um seqüestro-relâmpago. Testemunhas acionaram guardas municipais que passavam pela região. Próximo ao local onde Griseli foi abordado, os guardas encontraram Oliveira caído na rua, ferido com um tiro. Na mesma rua, o veículo da vítima foi localizado. Dentro dele, estava o comerciante, já morto. Aquino, o segundo assaltante foi preso após abandonar o carro e fugir. O assaltante foi levado ao 1º Distrito Policial da cidade, onde disse à polícia que Griseli havia sido baleado por seu comparsa, Oliveira, com quem o comerciante teria entrado em luta corporal, dentro do carro. A polícia acredita que Aquino, ao disparar contra a vítima, acabou atingindo também o colega. Exames periciais residuográfico e balístico estão sendo feitos para se averiguar de que arma saíram os tiros. Oliveira chegou a ser levado para o Hospital Mário Gatti, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.