Comerciante tem ataque de fúria e mata três pessoas

Um ataque de fúria inexplicável do comerciante Manoel Dias Rocha da Rocha, de 36 anos, provocou a morte de quatro pessoas ontem na zona rural do município de Presidente Jânio Quadros, a 639 quilômetros de Salvador. Rocha matou a própria mãe, um sobrinho e um vizinho e acabou morrendo ao ser atingido durante a briga.Testemunhas contaram ter visto Rocha deixando um pequeno botequim onde vendia bebidas e seguir aos gritos para a casa da mãe, Maria Rocha, de 65 anos, dizendo que iria ?matar todo mundo". Ao chegar na casa, armou-se com um pilão de moer café e matou o sobrinho Marcelo da Rocha Silva, de 2 anos. Em seguida matou Maria com golpes na cabeça. Depois voltou para o boteco, onde encontrou o vizinho Odair Souza. Quando este lhe pediu uma bebida, Rocha pegou um machado e o atacou. Os dois brigaram durante alguns minutos, trocando golpes de machado e se feriram mortalmente. Chegaram a ser levados para o hospital do município, mas morreram. A delegacia de polícia local abriu inquérito para tentar apurar as circunstâncias que levaram Rocha a promover a matança.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.