Google/Reprodução
Google/Reprodução

Comerciantes interditam rua contra projeto da Prefeitura em SP

Moradores e donos de lojas da região da Santa Ifigênia protestam contra o Projeto Nova Luz

Gheisa Lessa,

24 Agosto 2012 | 14h28

*Texto atualizado às 15h40

 

Mais de cinco mil pessoas entre comerciantes e moradores da região da Santa Ifigênia realizam na tarde desta sexta-feira, 24, um protesto contra o Projeto Nova Luz da Prefeitura de São Paulo. A medida da administração municipal prevê a melhoria da região por meio de iniciativa privada.

O grupo inicia a manifestação na esquina entre as ruas Vitória e Santa Ifigênia e devem fazer passeata até a Prefeitura da cidade, no Viaduto do Chá, no centro da capital. O ato é organizado pela Associação dos Comerciantes do Bairro da Santa Ifigênia, presidida por Paulo Garcia. Garcia afirma que todos moradores da região são contra o projeto.

"A região abomina esta medida da Prefeitura, um projeto que pode desapropriar comércios e residências não pode ser aprovado. Já fizemos protestos antes e vamos continuar fazendo", combate o presidente da associação.

Garcia afirma que todos os comércios da região fecharão as portas a partir das 14h desta sexta. A associação calcula que cinco mil empreendimentos parem o funcionamento por até seis horas, voltando a atender o público penas no próximo sábado, 25.

O protesto combate especificamente a Lei de Concessão Urbanística 14917/09 que permite a iniciativa privada de se apropriar da área, por meio de leilões. O trecho previsto engloba as avenidas Ipiranga, São João, Duque de Caxias, Cásper Líbero, além da Rua Mauá, são 45 quarteirões.

O Estadão.com.br entrou em contato com a Prefeitura de São Paulo e ainda não recebeu resposta.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.