Comerciantes protestam na Bahia contra a lei seca nas rodovias

Grupo de comerciantes bloqueou um trecho, nos dois sentidos, da rodovia BR-110 durante a madrugada

Tiago Décimo, do Estado de S. Paulo,

13 de fevereiro de 2008 | 10h27

Um grupo de cerca de 50 comerciantes e funcionários de bares e restaurantes do município de Catu, município a 86 quilômetros de Salvador, bloqueou na madrugada desta quarta-feira, 13, um trecho da BR-110. O ato ocorreu em protesto contra a lei federal que proíbe a venda de bebidas alcoólicas às margens de rodovias federais, em vigor desde 1º de fevereiro.   Veja também: Liminar autoriza Carrefour a vender bebida perto de estradas Proibição de bebida em rodovia não será flexibilizada, diz Tarso Justiça nega 3 liminares contra veto a venda de bebidas Governo vai rever autuações da lei seca nas estradas Quase 600 estabelecimentos são multados por venda de bebidas   De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o protesto começou por volta das 5 horas, com os comerciantes colocando pneus, pedras e pedaços de madeira para impedir o tráfego nos dois sentidos da rodovia, e terminou às 8 horas, com a retirada dos materiais da pista.   "Proibir, simplesmente, é abuso de poder", afirma Willians Tosca Santos, proprietário do restaurante Bem-Te-Vi, localizado em um posto de combustíveis na saída de Catu, perto de onde ocorreu a manifestação. "Tudo bem não vender bebida para os motoristas, mas quem viaja com eles não tem nada a ver com isso e acaba comprando dos (vendedores) ambulantes. Além disso, vai gente da cidade mesmo comer e beber no meu restaurante - e a proibição está afastando meus clientes".   Segundo Santos, que diz estar seguindo a legislação, a proibição resultou em perda de cerca de metade do faturamento do estabelecimento. "Se a lei continuar, vou ter de começar a demitir as pessoas que trabalham comigo", afirma. O empresário emprega nove funcionários no restaurante. Ninguém foi preso durante a manifestação.   Dados da PRF apontam que a Bahia foi o Estado com maior número de autuações por desrespeito à lei no País - foram 124 apenas no período do carnaval.

Tudo o que sabemos sobre:
BR-110comerciantesbloqueio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.