Comerciantes são presos com dinheiro falso em SP

Foram presos na região central da capital paulista três comerciantes suspeitos de repassar dinheiro falso. Eles foram detidos durante bloqueio de policiais militares da 4ª Companhia do 13º Batalhão em Campos Elíseos. Por volta das 23h30 desta sexta-feira, os policiais, que faziam uma blitz na esquina da Alameda Eduardo Prado com a Rua Guaianazes, pararam um veículo Opala Diplomata ocupado pelos comerciantes José Alberto Alves Borges, 38, e Manoel Martinho Rafael, 47. Com a dupla, os policiais encontraram R$ 29.900,00, em notas de R$ 50 falsas.Os dois detidos não quiseram confessar aos policiais a origem do dinheiro, mas disseram que a quantia seria entregue a um amigo deles próximo à estação Santa Cecília, do Metrô, ao lado de um caixa-eletrônico do Bradesco. Com as características físicas e a descrição da roupa do suspeito, os policiais deslocaram-se até o ponto indicado pelos dois comerciantes e encontraram, de pé, ao lado do caixa, o também comerciante Geovanne Serri Bezerra, 46 anos.No início, ele negou que estivesse lá esperando por José e Manoel. "As características do rapaz batiam com as que nos foram passadas e com ele nós encontramos um papel onde havia o número de um telefone celular; que, por coincidência, era do Manoel", relatou o sargento Daniel. O comerciante acabou confessando que realmente iria receber o dinheiro dos outros dois colegas, mas nenhum dos três quis dizer aos policiais a origem e o destino do valor apreendido.Os três foram encaminhados para a sede da Polícia Federal, na Lapa, zona oeste. Segundo policiais militares, que conversaram com os agentes federais, os três comerciantes, a princípio, seriam indiciados por falsificação de moeda, crime previsto no artigo 289 do Código Penal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.