Comissão de Ética arquiva denúncia contra Bernardo

A Comissão de Ética da Presidência arquivou as investigações sobre denúncias contra os ministros Paulo Bernardo e Fernando Pimentel e o presidente da Petrobrás, Sérgio Gabrielli. Bernardo era acusado de usar avião de empreiteira na campanha eleitoral de 2010. Pimentel e Gabrielli foram citados por visita ao ex-ministro José Dirceu, que teria montado central de lobby em Brasília, segundo a revista Veja.

Lisandra Paraguassu, O Estado de S.Paulo

13 Setembro 2011 | 00h00

Sobre Bernardo, a conclusão foi de que não havia provas de irregularidades. Em relação a Pimentel e Gabrielli, "o que se tem é uma visita de dois cidadãos a outro cidadão", afirmou o presidente da comissão, Sepúlveda Pertence.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.