Comissão de Ética pede explicações ao ministro

A Comissão de Ética Pública da Presidência decidiu pedir ontem explicações ao ministro Orlando Silva, acusado de envolvimento em esquema de corrupção. A solicitação marca uma primeira fase de trabalho, que pode culminar em investigação.

O Estado de S.Paulo

18 Outubro 2011 | 03h05

Um ofício com a solicitação será encaminhado ao ministro, que terá dez dias para se manifestar, informou o presidente da comissão, Sepúlveda Pertence. "Pedimos ao ministro explicações para depois tomarmos uma decisão de prosseguir ou não na apuração do fato. É uma primeira fase, puramente de informações", disse Pertence, após reunião da comissão no Palácio do Planalto.

No intervalo da reunião, Pertence havia dito que "talvez a coisa esteja um pouco verde". "Acusação de suborno é sempre grave, depende de que elementos a sustentam", afirmou.

Durante a reunião, a comissão também decidiu aprofundar as investigações sobre o ex-secretário executivo do Ministério da Agricultura Milton Ortolan, acusado de envolvimento com lobista. Sobre Antonio Palocci, derrubado da Casa Civil após suspeitas sobre sua evolução patrimonial, o caso não foi discutido, porque o ministro relator não compareceu à reunião por problemas de saúde. / RAFAEL MORAES MOURA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.