Comissão investiga mortes de bebês em hospital de Salvador

A Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab) instalou hoje uma comissão formada por quatro infectologistas para apurar as causas das mortes de nove bebês, no Berçário de Alto Risco do Hospital Roberto Santos, da rede estadual em Salvador. As mortes ocorreram num período de 13 dias no mês passado e o Sindicato dos Médicos da Bahia suspeita que possa ter ocorrido um surto infeccioso, o que é negado pelo secretario de Saúde do Estado José Antonio Rodrigues Alves.Conforme a secretaria, as mortes teriam sido causados por problemas diversos. Algumas poderiam ser evitadas se as mães tivessem realizado exames pré-natal.Além de desconfiar que a superlotação da ala de recém-nascidos pode ter provocado a infecção, o Sindicato dos Médicos também denunciou a alta carga de trabalho dos médicos que trabalham no HRS. O resultado dos exames da comissão de infectologistas que apura o caso deve ser divulgado até a sexta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.