Comitê nega pedido de refúgio a Battisti

O Comitê Nacional para os Refugiados (Conare) negou ontem pedido de refúgio ao italiano Cesare Battisti. Em nota, o Ministério da Justiça informou que a decisão será repassada ao Supremo Tribunal Federal (STF), que analisa o pedido feito pelo governo italiano. Preso desde março do ano passado, o escritor e ex-ativista de extrema esquerda ainda pode recorrer ao ministro da Justiça. Na Itália, Battisti foi condenado à prisão perpétua por 4 homicídios, entre outros crimes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.