Comitiva do Vaticano encerra os trabalhos no Rio

Equipe visitou locais para preparar visita do papa durante a Jornada Mundial da Juventude, em julho

Luciana Nunes Leal, O Estado de S. Paulo

26 Abril 2013 | 19h47

RIO - A comitiva do Vaticano que está no Rio para organizar a agenda do papa Francisco durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), entre os dias 23 e 28 de julho, encerrou os trabalhos na manhã desta sexta-feira, 26, com uma reunião na sede da Arquidiocese. A comitiva também visitou o Theatro Municipal, na Cinelândia, um do pontos turísticos da cidade que poderão receber o pontífice.

Em março de 2011, o teatro foi palco do discurso que encerrou a viagem do presidente americano Barack Obama ao Rio. O chefe do departamento de viagens internacionais do papa, Alberto Gasbarri, que chegou ao Rio na manhã de terça-feira, volta a Roma neste sábado, 27.

Ao longo da semana, Gasbarri e sua equipe, acompanhados de representantes da Arquidiocese e dos governos municipal, estadual e federal, visitaram a base aérea do Galeão; o hotel onde se hospedarão os jornalistas estrangeiros, na Praia de Copacabana; o bairro de Guaratiba, onde o papa participará de uma vigília com os jovens e rezará a missa de encerramento; a residência oficial do Sumaré; o hospital São Francisco de Assis, onde está prevista a visita ao centro de tratamento de dependentes de drogas e a Quinta da Boa Vista.

A equipe visitou duas favelas do Complexo de Manguinhos, na zona norte, e passou de carro pelas comunidades da Mangueira, Tuiuti e Jacarezinho. Gasbarri esteve também em Aparecida do Norte (SP), que receberá a visita do papa Francisco, em data a ser definida. A agenda oficial do pontífice no Brasil será divulgada pelo Vaticano no dia 7 de maio.

Mais conteúdo sobre:
Papa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.