AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Compra de radar está atrasada

Os radares que fiscalizarão as novas regras para caminhões só funcionarão plenamente pelo menos sete meses após elas terem começado a valer. A concorrência para a contratação de 60 equipamentos, que começou há um ano, não foi finalizada. A Secretaria Municipal dos Transportes não se pronunciou.Apesar de a Zona Máxima de Restrição de Circulação (ZMRC) ter crescido de 24,5 km² para 100 km², a área a ser fiscalizada pelas empresas vencedoras continua a mesma no edital da licitação. Vias como as Marginais do Tietê e do Pinheiros e as Avenidas dos Bandeirantes e Luís Inácio de Anhaia Mello estão de fora.As empresas que vencerem terão quatro meses para colocar os radares em funcionamento. Anteontem, seis empresas entregaram à secretaria suas propostas de preços para operar cada um dos lotes, de 30 radares. Os 60 equipamentos serão dotados de Leitura Automática de Placas (LAP).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.