Comunidades homenageiam passageiros na internet

O acidente com o voo AF 447 da Air France motivou a criação de comunidades nos sites de relacionamentos. Logo na página inicial do Orkut, um texto aparece ao lado de um laço preto em sinal de luto. "A equipe do Orkut é solidária com todas as pessoas afetadas pelo acidente do voo AF 447." Logo abaixo, o link oferece acesso à comunidade "Voo AF 447 - Luto".O crescimento é surpreendente: mil pessoas aderem ao grupo a cada hora. Até a noite de ontem, a comunidade aberta contava com mais de 440 mil membros, a maioria brasileiros, que vão desde familiares e amigos dos desaparecidos até pessoas sensibilizadas pelo acidente. A comunidade oferece acesso a outras três que também versam sobre o desaparecimento do avião: "Acidente Voo Air France" - duas comunidades homônimas com cerca de 25 mil membros cada uma delas - e "Luto: Voo 447 Air France", com 17 mil. No Facebook, a comunidade francesa "Hommage aux victimes du vol air France Rio/Paris" reúne mais de 80 mil membros. Até ontem, foram postadas 5 mil mensagens, além de fotos e links no YouTube. Notícias e comentários sobre o acidente dominam a comunidade Air France, composta por funcionários da empresa de todo o mundo. Com cerca de 5.300 membros, há mensagens de coragem e condolências em inglês, francês e espanhol.Outros acidentes aéreos brasileiros também têm comunidades no Orkut. O avião da TAM que se chocou contra um prédio da empresa ao lado do Aeroporto de Congonhas, em 2007, tem dezenas de grupos. "Acidente da TAM Voo 3054" é um deles e reúne mais de 800 membros. A queda do Boeing da Gol, após colisão com um Legacy, em 2006, também produziu comunidades na internet.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.