Conceição morre aos 117. Mas queria viver e ganhar na loteria

A cozinheira Maria Benedita da Conceiçãomorreu na madrugada de hoje em Taubaté, no Vale do Paraíba aos 117 anos. ?Ela era uma caixinha de esperança e entusiasmo. Queria ganhar na loteria e ter um sítio. Apostava toda semana?, disse o presidente do asilo Casas Pias de Taubaté, José Rogério Justo.Segunda mulher mais velha do país, ela estava com a saúde debilitada há três semanas. Segundo a direção do asilo, onde morava há quatro anos, Conceição estava com gripe e resfriado e era acompanhada por uma equipe médica dia e noite. A morte foi às 3h20 da madrugada de hoje.Conceição nasceu no dia 27 de janeiro de 1887 na cidade de Lorena, no Vale do Paraíba. Neta de escravos, ela não se casou enão teve filhos. Maria Conceição chegou a ser considerada a mulher mais velha do país mas perdeu o posto depois da descoberta da matogrossense Ana Martinha da Silva, de 127 anos, residente em Cuiabá (MT).Conceição foi enterrada ontem, as 15 horas, no cemitério municipal de Taubaté.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.