Concentração de ozônio aumenta poluição em São Paulo

Quatro estações da Companhia de Tecnologia de Saneamento ambiental (Cetesb) tiveram má qualidade do ar na tarde de hoje: Ibirapuera, São Caetano, Diadema e Santo Amaro. Por causa da alta concentração de ozônio no ar, a Secretaria do Meio Ambiente de São Paulo decretou estado de atenção nessas regiões, recomendando que a polulação evitasse a prática de exercícios físicos entre as 13 e as 16 horas, horário de maior insolação e formação do poluente.O ozônio é uma reação fotoquímica que ocorre em dias ensolarados e com ventos calmos, formada a partir da poluição emitida pelos veículos. As estações de Santo André/Capuava e São Miguel Paulista apresentaram qualidade inadequada também por ozônio, mas em menor escala.Na Grande São Paulo, o ar esteve bom apenas no Cambuci, Nossa Senhora do Ó, Santo André/Centro, São Bernardo e Taboão da Serra. Para a Cetesb, as condições meteorológicas para amanhã continuam desfavoráveis à dispersão dos poluentes.

Agencia Estado,

20 de novembro de 2002 | 19h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.