Concessionária diz que colocará muro, se preciso

Francisco Mendes de Morais Neto, diretor da concessionária CCR-Rodoanel, explica que o edital de concessão do Trecho Oeste estipula construção de barreira acústica no entorno do Tamboré 1. "Vamos seguir a orientação do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas). O novo piso, mais silencioso, foi feito. Se for preciso um muro de concreto, vamos fazer." A Dersa disse que "a barreira não foi executada por inexistência de normas técnicas". "No entanto, esse passivo foi para a CCR-Rodoanel, quando da assinatura da concessão". A Dersa recorrerá das decisões judiciais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.