Concorrência para ampliar Marginal será aberta na 2ª

A Desenvolvimento Rodoviário S.A. (Dersa) começa a tirar do papel um pacote para melhorar o sistema viário da Grande São Paulo. A concorrência para escolher as empresas que farão a ampliação da Marginal do Tietê e da Avenida Jacu-Pêssego, trecho sul, terá a primeira etapa concluída na segunda-feira, com a abertura dos envelopes para pré-qualificar as empresas a participarem da licitação.A construção da Nova Marginal do Tietê será feita em dois lotes. O primeiro vai do Viaduto CPTM até a Ponte das Bandeiras, o que inclui o Complexo Viário da Avenida do Estado com a Avenida Santos Dumont. O segundo abrange da Ponte das Bandeiras à Rua Ulisses Cruz.As obras na Jacu-Pêssego serão divididas em três lotes. O primeiro será a duplicação da Avenida Papa João XXIII, em Mauá, até a Avenida do Estado, na capital. Esse trecho prevê o cruzamento com o Rodoanel. O segundo lote será da Avenida Jacu-Pêssego até a Avenida Ayrton Senna, em Mauá. E o terceiro ligará essa avenida à Ragueb Choffi, em São Mateus, na zona leste da capital. Esse complexo vai ligar capital, ABC e Guarulhos.As obras devem ser concluídas em 2010. Orçada em cerca de R$ 3 bilhões, essa parte do pacote terá dinheiro do Estado, do governo federal, da Prefeitura da capital e da iniciativa privada. Não consta do edital publicado ontem a ampliação da Avenida dos Bandeirantes. Problema judicial levantado por uma empreiteira na fase anterior não foi solucionado. Essa ampliação conta com o prolongamento da Avenida Roberto Marinho até a Imigrantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.