Condenada a 36 anos por envenenar garoto

A auxiliar de laboratório Siumara de Castro Santana, moradora de Apucarana (PR), foi condenada a 36 anos de prisão. Ela foi acusada de planejar e executar o assassinato de um menino de 4 anos e de ter tentado matar a mãe da criança. Segundo as acusações, a mulher elaborou a vingança após ter rompido o relacionamento com o pai do garoto. Siumara mandou um achocolatado misturado com raticida para a escola em que o menino estudava - que acabou morrendo - e uma cesta com alimentos envenenados para a mãe - que não comeu os produtos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.