Condenado pela morte de Tim Lopes não volta ao presídio e tem prisão decretada

Ângelo Ferreira da Silva é o segundo a deixar presídio para cumprir regime semiaberto e não retornar

Talita Figueiredo, de O Estado de S. Paulo

24 de maio de 2010 | 20h35

RIO- Ângelo Ferreira da Silva é o segundo condenado pela morte do jornalista Tim Lopes, morto em 2002 durante reportagem no morro do Alemão (zona norte do Rio), a deixar um presídio para cumprir pena em regime semiaberto e não retornar.

 

Silva deixou o presídio Vicente Piragibe, em Bangu, na zona oeste do Rio, há quatro meses, depois de conquistar a progressão de regime por ter cumprido um sexto da pena - ele foi condenado a 15 anos de reclusão.

 

A prisão de Silva já foi decretada. Em julho de 2007, Elizeu Ferreira de Souza, o Zeu, condenado a 23 anos e seis meses pela morte do jornalista, também usou o benefício para fugir.

Tudo o que sabemos sobre:
Tim Lopes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.