Divulgação
Divulgação

Condomínio em Minas fica sem água e carro de síndico é incendiado

Veículo foi queimado no estacionamento de um dos prédios do programa Minha Casa Minha Vida em Pouso Alegre, Minas Gerais

Rene Moreira, Especial para O Estado

26 Maio 2015 | 17h49

FRANCA - O síndico de um condomínio do programa Minha Casa Minha Vida, em Pouso Alegre (MG), teve o carro incendiado na  madrugada desta terça-feira, 26. A polícia apura a relação entre o caso e o fato de os prédios do local estarem há mais de uma semana sem água.

 

Todos os apartamentos ficaram sem água por causa de uma dívida de R$ 70 mil com a companhia que presta o serviço. O motivo do débito seria porque parte dos moradores não estaria pagando a taxa de condomínio de R$ 150 por mês.

 

O síndico Jeter Eliel da Silveira contou que foi alertado por vizinhos sobre o fogo no carro, mas que não foi possível apagar as chamas. "Pegamos os extintores do condomínio, mas não teve jeito porque em pouco tempo o fogo ganhou grande proporção", explicou. Segundo ele, testemunhas teriam visto um buraco no vidro do carro do lado do passageiro.

 

Apuração. A Polícia Civil investiga o incêndio e peritos estiveram no local e analisaram o que restou do carro, que teve perda total. O laudo deve ficar pronto somente em 30 dias. O condomínio fica no bairro São João e tem 96 apartamentos.

 

De acordo com a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), o corte de água atingiu todos os moradores - até quem está em dia - porque o fornecimento é coletivo. A empresa diz que a Justiça autorizou a suspensão. Os moradores recorreram e aguardam uma definição sobre o caso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.