Condutor mata 1 e paga fiança

Após sair de uma festa, por volta das 4h20 da madrugada de ontem, o empresário Fábio Pereira Melga, de 29 anos, motorista de uma BMW prata, atravessou o farol vermelho na Avenida Itaquera, zona leste de São Paulo, e atropelou e matou Adriano da Fonseca Pereira, de 20 anos. Suspeito de estar embriagado, o motorista pagou fiança de R$ 1,2 mil e responderá em liberdade. Segundo a PM, o empresário foi localizado em sua residência. Após agredir um dos policiais com um soco, ele se recusou a entrar na viatura. Algemado, Melga foi levado ao 66º Distrito Policial, no Vale do Aricanduva. Na delegacia, alegou que os policiais invadiram sua residência, o agrediram e jogaram gás em seu rosto. Melga afirmou ainda que não estava embriagado e que só abandonou o local do atropelamento porque sua namorada estava suja de sangue e ele não sabia se era dela ou da vítima. Melga vai responder por homicídio culposo, agravado por omissão de socorro, fuga de local de acidente, provável embriaguez e desacato à autoridade. O corpo de Pereira passará por exame necroscópico, e o empresário seria submetido a teste de alcoolemia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.