Confirmada morte por ataque de tubarão em Pernambuco

Um laudo do Instituto de Medicina Legal (IML) confirmou que a morte do homem encontrado morto no dia 10, na praia de Pontas de Pedra, município de Goiana, no litoral norte de Pernambuco, foi causada por ataque de tubarão. De identidade desconhecida e sem que ninguém tenha reclamado o corpo, ele é a 50ª vítima de ataque de tubarão no Estado desde 1992, sendo que 19 morreram. Neste ano, foram quatro ataques com duas mortes.De acordo com o presidente do Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões (Cemit), Fábio Hazin, o corpo do banhista ficou submerso por três dias até ser encontrado, podendo ter sido levado até o local por correntes marítimas. A praia de Pontas de Pedra fica a cerca de 60 quilômetros do Recife e não será interditada por conta do ataque. O local deverá ter a sinalização de placas indicando o perigo e a interdição dentro de 15 dias. De acordo com o Corpo de Bombeiros - que integra o Cemit - 30 novas placas reforçarão a advertência aos banhistas em praias do Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes, na região metropolitana. A proibição da prática de esportes aquáticos na praia Del Chifre, em Olinda, onde um surfista morreu no dia 18 de junho, ainda não foi oficializada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.