Confirmada primeira morte por dengue do ano no Rio

Foi confirmada no Rio de Janeiro a primeira morte por dengue este ano. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, uma mulher de 45 anos, moradora de Jacarepaguá, zona oeste da cidade, morreu no último dia 9, no Hospital das Clínicas.A Fundação Oswaldo Cruz confirmou na quarta-feira o caso de dengue através dos resultados de exames laboratoriais. Segundo dados divulgados pela secretaria, desde o início do ano, já foram notificadas 217 ocorrências da doença no município. Durante todo o mês de janeiro de 2005, foram registrados 58 casos. Para combater o mosquito transmissor da doença, Estado e município se uniram numa força-tarefa, que conta com o reforço de bombeiros. Com apoio de seis carros fumacê, o grupo começou o trabalho integrado no dia 19, em Curicica, Jacarepaguá. O local é o ponto de maior incidência de dengue, tendo sido registradas até agora 35 ocorrências. Em dezembro do ano passado, o aposentado Antônio de Jesus Assis, de 52 anos, morador de Vargem Pequena, também na zona oeste do Rio, morreu de dengue hemorrágica no Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.