Confirmada terceira morte por febre amarela no RS

Outras três mortes ainda estão sob investigação, podendo aumentar para seis o número de vítimas fatais

Fabio M. Michel, do estadao.com.br,

23 de janeiro de 2009 | 23h47

Um homem de Santo Ângelo, na região das Missões, noroeste do Rio Grande do Sul, é a terceira vítima fatal de febre amarela naquele Estado.   O Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS) gaúcho divulgou nesta sexta-feira o laudo do Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo. A vítima, de 41 anos, morreu no dia 9.   Os outros dois casos confirmados até agora foram de uma mulher de 31 anos, também residente de Santo Ângelo, que morreu no feriado de Natal. O outro registro é de um homem de 28 anos, que vivia em Nova Santa Rita, na Grande Porto Alegre. Este último contraiu a doença na cidade de Pirapó, considerada área de risco. Todos os três não haviam se vacinado, apesar dos alertas do risco de contaminação.   Outras três mortes ocorridas neste mês ainda estão sob investigação, podendo aumentar para seis o número de vítimas no Estado. Os casos em análise são de duas pessoas em Santo Ângelo e outra de São Borja. Os resultados devem ser divulgados na próxima semana pelo Instituto Adolfo Lutz.   O secretário estadual da Saúde, Osmar Terra, disse hoje que 88% da população dos 111 municípios gaúchos em risco já foram vacinados.

Tudo o que sabemos sobre:
febre amarelaRio Grande do Sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.